Deus em Ação em primeiro dia do mês. Maio.



 Maio 1 dia do mês Deus em Ação


O Livro de Ouro de Saint Germain


Capítulo Décimo Segundo

Deus em Ação
As experiências resultantes dos aparentes mistérios da vida, quando bem
compreendidas, são bênçãos disfarçadas, já que qualquer experiência que nos leve à única
Presença “Eu Sou”, Deus em Ação, nos serve de maravilhoso propósito e bênção.
As situações infelizes se produzem porque as pessoas põem se sempre a buscar, nas
origens externas de sua existência, inspiração e também o Amor, que nada mais é do que a
Presença Suprema e seu Poder no Universo. Não importa quais sejam as condições que
tenhamos que enfrentar, não devemos esquecer a idéia de que o Amor é o eixo do Universo
sobre o qual tudo gira. Isto não significa que tenhamos de amar a desarmonia, a discórdia
ou outra coisa que não se pareça com o Cristo, porém, podemos amar Deus em ação, a
Presença “Eu Sou” em tudo, pois o oposto de ódio é o Amor e “ninguém pode odiar sem ter
amado profundamente antes”.
Cada ser humano é um poder e está destinado a tornar-se o Princípio Governante de
sua vida e do seu mundo. No fato de que dentro de cada ser humano está a Presença “EU
SOU” sempre atuando, pode-se ver que cada um mantém entre suas mãos físicas o cetro do
domínio e deve recordar que a invencível Presença de Deus é, em todo momento, a
atividade inteligente de seu mundo e de seus assuntos. Isto o mantém com a atenção
distanciada da aparência exterior que jamais contém a Verdade, a menos que seja iluminada
pela Presença “Eu Sou”.
Não importa qual seja o problema a solucionar, há apenas um só Poder, uma
Presença e uma Inteligência que pode resolvê-lo. É o reconhecimento da Presença de Deus,
contra a qual não pode interferir nenhuma atividade exterior, a menos que a atenção se
afaste consciente ou inconscientemente deste reconhecimento e aceitação do Poder
Supremo de Deus.

O Livro de Ouro de Saint Germain Capítulo Décimo Segundo

Deus em Ação
O princípio vital, continuamente ativo, está sempre tentando expressar-se em sua
Perfeição natural, porém, os seres humanos, com seu livre-arbítrio, consciente ou
inconscientemente, o qualifica com todo tipo de distorções. O indivíduo que mantenha sua
atenção firme na Presença “Eu Sou” em Deus e com Deus” converte-se em um Poder
Invencível, que nenhuma manifestação humana pode derrubar.
Ao tomar consciência de “Eu estou aqui, Eu estou lá”, aparecem pessoas que nos
ajudam, quando isto é necessário, já que o “Eu Sou” está dentro daqueles amigos também.
A liberação de todo domínio ou interferência apenas pode ocorrer por esta Presença “Eu
Sou Deus em Ação” na vida do individuo.
Muitas vezes requer grande tenacidade apegar-se à Presença, quando as aparências
parecem estar dominando. Há um velho provérbio que diz: “Ninguém fracassa enquanto
não se rende”. Isto é verdade, porque, enquanto uma pessoa se une a Deus como sua
inteligência governante, não há atividade humana que possa interferir na grande emanação
que flui ao seu redor.
Através de séculos a humanidade deu toda sua atenção às aparências,
proporcionando, assim, toda classe de discórdia e mal-estar; porém, hoje, há milhares que
estão chegando à compreensão de que a Presença de Deus dentro deles é absolutamente
invencível, até o ponto de encontrar-se continuamente elevados acima da injustiça, da
discórdia e da desarmonia motivada pela criação exterior. Enquanto os humanos não
aprenderem a manter sua atenção na Presença “Eu Sou” ou Deus Interior, encontrar-se-ão
O Livro de Ouro de Saint Germain
45
rodeados pelo indesejável, porém, por meio dessa Presença “Eu Sou” cada um tem o poder
de se elevar por cima da discórdia e da perturbação.
A princípio é difícil manter-vos firmes, quando aparentes nuvens pesadas pairam
sobre vós, porém, a atividade dinâmica da atenção fixa na Presença do Deus interior, é
como um raio que penetra e dissolve a ameaçadora tempestade.
À medida em que o discípulo se adianta, sente-se mais invencível ante a criação
humana, que ocasiona tantos distúrbios. A frase de Jesus: “Conhece a Verdade e ela te fará
livre” foi, sem dúvida, uma das Verdades maiores e mais simples, pois a grande base é o
saber que esta Grande Verdade a que Ele se referiu era a lembrança da Invencível Presença
de Deus Interno. Se sabeis e estais seguro disto e o afirmais sempre, então, sim, sabeis que
tendes a Presença dentro de vós.
O próximo passo é determinar: “Eu Sou a Presença Iluminadora, pela qual nada que
eu necessite saber, me pode ser recusado, já que “Eu Sou” a Sabedoria, “Eu Sou” a
Perfeição, “ Eu Sou” o Poder revelador que traz tudo diante de mim para poder
compreender e atuar de acordo”.
É muito fácil, uma vez que tenhais compreendido que “Eu Sou” é a Única
Inteligência e a Única Presença atuando”; visualizai-vos portando o cetro entre as mãos
físicas e, através desta Presença “Eu Sou”, podereis fazer com que tudo que necessitais
saber vos seja revelado. Eu vos asseguro que isto, de nenhuma forma, interfere com o livre
arbítrio de outros indivíduos e que não há nenhum mal em se reclamar e pedir o que é
nosso, pois, ao fazer isto, não se está interferindo com ninguém.
Se, em qualquer momento alguém tentar tirar-vos o que vos pertence, tendes o
direito de ordenar, através da Presença “Eu Sou”, que toda a situação seja ajustada e aquilo
que é vosso vos seja devolvido. Nisto temos que ter muito cuidado, a fim de que, quando
colocamos a Lei Divina com Amor e quando a Justiça Divina comece a se manifestar, não
fiquemos penalizados e interrompamos a ação da Lei. Quando os seres humanos são
governados inteiramente por seu ser exterior e não pensam no poder de Deus, que lhes dá a
Vida, muito facilmente cometem toda classe de injustiças, porém, isto não significa que
permitais a eles atuarem em vosso mundo. Não! sobretudo quando sabeis que tendes o
Poder de Deus para ordenar e pedir a regularização e a justiça em todas as partes.
Cito-vos um exemplo: Uma de minhas estudantes estava atravessando um problema
e, sendo ela muito espiritual, Eu lhe disse que afirmasse seus direitos e justiça. Seguiu meu
conselho e começaram a acontecer coisas para aqueles que queriam prejudicá-la. Por sua
bondade de alma, começou a arrepender-se e desejar não ter pedido justiça. Veio a Mim e
disse: “Que devo fazer”? E eu lhe respondi: Afirme-se no decreto que fez: Você não é
responsável pelas lições que têm que aprender os indivíduos que a prejudicaram, de forma
que deixe-os receber suas lições e não permita que isto a perturbe”.
Quando os seres humanos começam a agir mal, neste exato momento, põem em
movimento a Grande Lei Universal da Retribuição e não podem evitar que essa retribuição
os assalte algum dia, em algum lugar, do mesmo modo como eles não podem deter a ação
dos planetas. Para a vítima inocente a retribuição parece tardar muito em aparecer, porém,
quanto mais tarde, mais poderosa é sua ação quando chegar. Não há nenhum ser humano
que possa evitar esta Lei.
Muitos estudantes crêem que algo mau possa lhes ser enviado por outro, porém, Eu
vos asseguro que não é assim. A única forma é não permitir que pensamentos indesejáveis
perturbem, deixando, assim, entrar o ódio, a crítica e a condenação. Ao fazermos isto,
geramos aquilo em que acreditamos.

O Livro de Ouro de Saint Germain 

Capítulo Décimo Segundo
Deus em Ação
46
Aquele que conhece o poder de Deus dentro de si não tem porque temer nada de
ninguém. Cada um pode experimentar, se desejar, a plenitude da atividade de Deus em sua
vida e em seu mundo. E simplesmente o fato de escolher o que se queira ter ou não. Se
quisermos Paz e Harmonia sabei que “Eu Sou” o Poder que o produz”. Se quereis ajustes
em vossos negócios, conhecei isto: “Eu Sou a Inteligência e o Poder que os produz e
nenhuma outra atividade exterior pode impedi-lo”.
No aparente mistério da incessante atividade da Vida está a Magna Presença “Eu
Sou” sempre disposta a abençoar-vos com graça inconcebível, se assim permitis. E de que
forma o permitis? Pela aceitação alegre desta Magna Presença e deste Grande Poder em
vós! Não vacileis em invocá-la para que atue também nos mínimos detalhes de vossa vida
cotidiana, não importa quão insignificantes vos pareçam, pois não há no Universo outra
energia que atue através de vossa consciência, mente, corpo e mundo.
Dizei freqüentemente em cada coisa que desejardes que seja feita: “Eu Sou a
Presença”. Isto abre o canal para que atue o Poder de Deus, trazendo-vos o justo. Não
deveis ter pena do exterior que, em sua ignorância, procede mal, seja para convosco ou
qualquer pessoa.
Mantende-vos calmos e serenos, sabendo que Deus é a única Inteligência e Poder
atuando em vosso mundo e em vossos assuntos. “Eu Sou” em vós a força, a cura auto
sustentada manifestando-se em vossa mente e em vosso corpo. Isto vos mantém em maior
sintonia. Voltai-vos para Deus e surgirá sempre a Energia para ordenar cada situação. As
pessoas que compreendem esta Lei não estão sujeitas à injustiça nem às condições que o ser
exterior tenta impor sobre os demais.
Recordai, freqüentemente, à mente externa e assegurai-vos sempre que, dentro de
vós, não há senão a Presença e o Poder de Deus atuado em vós e em vossos assuntos.
Relembrai em todas as circunstâncias que “Não há nada oculto que não me seja
revelado”. Esta afirmação é muito necessária. Tão pouco esqueçais que não importa o que
outros vos façam, a vossa salvaguarda é enchê-los de Amor Divino (Chama Violeta, Rosa
etc.). Quando as pessoas tentam se aproveitar fazendo alguma maldade ou injustiça a
outrem, não o conseguem, porque sempre perdem alguma faculdade através da qual
sentiriam alegria em prejudicar.
Os demais possuem o mesmo privilégio que vós tendes de permanecer com Deus e,
se não o fazem, isto não é assunto vosso.
Deus é a presença e o Poder, Todo Onisciente, que sabe e descobre todas as coisas.
Vós podeis dizer a favor de outrem: “Amada Presença Eu Sou neste ser, invoco Teu Poder
consciente, Tua Perfeição, Tua Sabedoria e Tua Inteligência diretiva para que façais que
tudo se ajuste nele e que receba a Paz e o Descanso que tanto necessita. Eu Sou a Presença
que manda e dirige que isto seja feito agora. Elevai sua Consciência à Luz incandescente
na qual ele possa ver e conhecer o Repouso e Beleza, que são seus por sua própria Criação
e Serviço.”
E um erro permitir que a simpatia vos conduza a condições destrutivas. Tomai a
postura de que “Eu Sou a Única Presença atuando ali”.
Para ajudar aqueles que desencarnaram: “Eu Sou a Presença que mantém essa
pessoa na esfera a que pertence, ensinando e iluminando”.
Se o estudante conseguir captar a idéia correta de preencher de Amor seu próprio
Ser Divino, receberá alívio total de toda discórdia.
Para aperfeiçoar condições, dizei: “Eu Sou a Presença ordenando e sanando esta
situação”.

O Livro de Ouro de Saint Germain

A humanidade em geral e os médicos em particular distorceram as coisas
terrivelmente. O indivíduo que deseja ascender à Presença “Eu Sou” e viver ali, necessita
da energia que precisamente desperdiça. Os médicos são responsáveis grandemente por esta
terrível condição, porque ensinam e advogam a exaltação do apetite sexual que é o maior
canal de desperdício que a humanidade tem.
Isto é o que vos impossibilita unir-vos à Presença “Eu Sou” o suficiente para
conseguir a Maestria. É 95% da causa da velhice, da perda da vista, do ouvido e da
memória, já que estas faculdades deixam de funcionar quando cessa de fluir a corrente de
energia vital à estrutura celular da massa cerebral. Porém, isto não é bem aceito pelos
indivíduos até que aprendam à força de sofrimentos. A vontade nada pode realizar sem esta
energia vital.
Esta energia que o homem desperdiça é a Força que permitirá unir-se firmemente à
Presença “Eu Sou”. E a vida que necessita para unir-se à Presença de Deus “EU SOU”.
Quando o ser exterior passou séculos usando sua força vital para criar condições erradas,
esse desperdício se torna uma drenagem aberta e constante contra a consciência individual.
Só há um meio de mudar aquilo que se construiu por esse canal errôneo, que o
mantém atado ao mau uso e à manifestação: Cada vez em que se apresente esse desejo,
dirigir o pensamento instantaneamente ao “Eu Superior”.
Muitas pessoas têm a crença de que podem controlar o desejo sexual por pura força
de vontade, obrigando-se a dominar o impulso, seja sexual ou de álcool, ou de fumar, de
drogas, ou qualquer outro. Isto não serve para nada, porque o que se ganha é a repressão
que os obriga a irromper por outro lado. O único modo a fazer é mudar a atenção e sair dela
da seguinte forma: “Eu Sou a Presença que modifica isto e o modifica agora, porque a Ação
de Deus é sempre instantânea”.
Em toda condição errada, a primeira atitude a tomar é invocar a Lei do Perdão e a
Chama Violeta transmutadora. Lembrai-vos que, ao colocar-vos em movimento ou
energizardes algo, instantaneamente atua. Quando usais “Eu Sou”, pondes em movimento o
Poder de Deus que atua.
Talvez um dos estados mais lamentáveis em que tendes que viver é o chamado
“direito legal” de obrigar a outro ser à atividade sexual, quando este já quer se liberar e sair
desta situação. Pois mesmo na ignorância da mente exterior há naturezas que têm um
poderoso desenvolvimento na atividade do amor. O Amor Puro nunca atua abaixo do
coração. O Amor Verdadeiro jamais requer contato sexual de nenhuma classe. A Grande
Ascensionada Hoste de Luz está sempre com aqueles que desejam atuar com justiça.
Enviai-lhe vossos pensamentos e recebereis auxílio.
Vós possuís um poder invulnerável e invencível, se sois daqueles que conhecem e
praticam a Presença “Eu Sou”.
A Lei do Perdão é a porta aberta para chegar ao Coração de Deus. E a nota tônica, o
eixo do Universo.
Aqui estão os pontos mais profundos desta prática. Não os useis para ensinar a
principiantes, pois não os entenderão.
O Livro de Ouro de Saint Germain
Capítulo Décimo Segundo
Deus em Ação

Um comentário:

Anônimo disse...

Salve (Viva, Ave)! Sempre! Felizmente (Graças), a: DEUS! Sempre! Aleluias (Hosanas)! Sempre! Por tudo de bom, a mim! Sempre! Amém!