Inicio de mês Setembro Salmos 9
















Inicio de mês Setembro
Com  AMOR,. GRATIDÃO PROTEÇÃO.

Setembro
nono mês do ano civil, com trinta dias (cujo nome provém de ter sido o sétimo mês do calendário romano) Do latim septembre-, "idem"

Salmos 9

Salmo de David.

1 1/2 Ó Senhor, eu te louvarei de todo o meu coração,
e quero contar todas as tuas maravilhas.
Tu me enches de alegria;
por tua causa estou cheio de júbilo,
ó Deus, que estás acima de tudo.

3 Os meus inimigos recuaram,
caíram e morreram na tua presença.
Porque tu me defendeste e me apoiaste.
4 Aí onde te encontras, sempre julgas com toda a justiça.
5 Repreendeste as nações, e destruíste os maus:
nunca mais se terá lembrança deles na Terra.
6 Vocês, meus adversários, estão condenados para sempre.
O Senhor destruirá as vossas cidades,
    e ninguém mais se lembrará delas.

7 Quanto ao Senhor, ele vive para sempre.
O seu tribunal está já preparado para julgar.
8 Ele mesmo julgará o mundo com justiça,
    e as nações com toda a retidão.

9 Todos os que estão oprimidos encontrarão nele refúgio,
    um perfeito refúgio nos tempos de angústia.
10 Em ti confiarão todos os que conhecem a força do teu nome;
pois tu, Senhor, nunca desamparaste os que te buscam.
11 Cantem louvores ao Senhor, que habita em Jerusalém.
Digam a toda a gente tudo o que ele fez.

13 Tem misericórdia de mim, Senhor;
vê como sofro nas mãos daqueles que me odeiam.
Tu podes arrebatar-me das garras da morte.

14 Salva-me, para que possa louvar-te publicamente,
    nas praças de Jerusalém,
e para que me alegre por me teres salvo.

15 Os povos caíram nas covas que eles mesmos abriram
    para os outros nelas ficarem cativos.
Ficaram presos nas armadilhas que prepararam.
16 Toda a gente sabe a maneira como o Senhor castiga os maus,
    apanhando-os nas suas próprias ciladas!

17 Os maus serão lançados no inferno,
assim como todos os que se esquecem de Deus.
18 Porém os que vivem na necessidade jamais serão esquecidos;
nem as esperanças dos pobres serão de forma alguma iludidas.

19 Levanta-te, Senhor, que o homem não seja vencedor!
Que os povos sejam julgados na tua presença!

Nenhum comentário:

Marcadores